Ir para o conteúdo

Pesquisadores da UFOP têm artigo sobre Ivermectina publicado no New England Journal of Medicine

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
NPG
Um estudo sobre a eficácia da Ivermectina para o tratamento de Covid-19, desenvolvido pelo professor Leonardo Cançado Monteiro Savassi e por estudantes de Medicina da UFOP, foi publicado no jornal internacional New England Journal of Medicine (NEJM), referência no campo da Medicina. A pesquisa continua sendo realizada pela Universidade, na UPA Dom Orione, em Ouro Preto.
 
Destacando a relevância da pesquisa e sua condução, o professor Leonardo, coordenador do projeto na UFOP, detalha o tratamento da doença com a Ivermectina. "O nosso estudo parece ser o mais bem conduzido até o momento, em relação ao uso da Ivermectina como tratamento precoce para Covid-19, sendo multicêntrico, randomizado, triplo-cego e controlado. Infelizmente, demonstrou que não há benefício no uso deste medicamento para a doença. O Together Trial já encontrou evidências para o uso de Fluvoxamina precocemente na redução de efeitos adversos, em outro braço do estudo, mas a Ivermectina não demonstrou qualquer benefício."
 
Até o momento, o estudo foi realizado com 1.358 pacientes. Metade dos voluntários foi medicada com Ivermectina, enquanto a outra metade recebeu placebo do medicamento. Durante a análise, não foram constatados efeitos significativos do uso do fármaco em desfechos secundários ou eventos adversos. Os autores da pesquisa ainda destacam que o tratamento com Ivermectina não resultou em menor incidência de internações médicas por progressão de Covid-19 ou de observação prolongada no pronto-socorro entre pacientes ambulatoriais com diagnóstico precoce da doença.
 
Together Trial
 
O estudo faz parte da Together Trial, uma parceria internacional entre diversas entidades comprometidas em prevenir a morte e melhorar os resultados de saúde de todas as pessoas afetadas pela Covid-19. 
 
A fase atual dos estudos acontece em colaboração entre pesquisadores da área da saúde do Brasil e do Canadá, que buscam encontrar tratamentos acessíveis e eficazes para a Covid-19, a partir de medicamentos existentes já utilizados para tratar outras condições de saúde. 
 
A pesquisa leva em consideração as diversas implicações para as pessoas que vivem em países de baixa e média renda. No Brasil, a Together Trail está presente em 22 localidades, onde os pacientes estão sendo tratados com uma variedade de novos agentes terapêuticos em potencial. O objetivo do estudo é aplicar terapias potenciais nos estágios iniciais da infecção, a fim de prevenir complicações mais graves ou morte pela Covid-19. 
 
Para mais informações sobre a iniciativa da Together Trial, acesse o link

 

Veja também

20 Fevereiro 2024

Uma delegação da Escola de Minas da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) representou o Brasil no Sustainable Industrial Processing...

Leia mais

19 Fevereiro 2024

A técnica administrativa do Departamento de Química (Dequi) Natália Roberta Marques Tanure teve sua pesquisa de mestrado transformada em capítulo...

Leia mais

7 Fevereiro 2024

O Núcleo de Direito do Consumidor (NDCon), vinculado ao Departamento de Direito (Dedir) da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP),...

Leia mais

30 Janeiro 2024

A equipe responsável pela pesquisa busca voluntários egressos do curso de Serviço Social da UFOP para responderem o questionário. O...

Leia mais