skip to content

Dia C da Ciência mostra ações da Universidade para a comunidade

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
Mylena Gonçalves
Com: 
Catharina Waichert - Estagiária
A maior parte do conhecimento científico produzido no Brasil — mais de 90% —  é feito por universidades ou instituições públicas de ensino superior. O Dia C da Ciência é uma mobilização das instituições que desenvolvem pesquisas com o objetivo de mostrar e aproximar o público dos estudos desenvolvidos por essas organizações. 
 
O Dia C é uma iniciativa nacional do Fórum de Pró-Reitores de Pesquisa e Pós-Graduação (Foprop) e do Colégio de Pró-Reitores de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação das Instituições Federais de Ensino (Copropi) e visa desenvolver atividade em escolas, espaços públicos e espaços dentro das instituições.
 
A Universidade Federal de Ouro Preto participa pela terceira vez do evento. As ações ficaram concentradas na praça Tiradentes, no Museu de Ciência e Técnica da Escola de Minas e no Centro Acadêmico da Escola de Minas. O evento recebeu principalmente estudantes do ensino médio e da educação básica. 
 

img_9401.jpg

Mylena Gonçalves
Estudante apresenta o curso de Farmácia

O pró-reitor de Pesquisa e Pós-graduação Sérgio Aquino reitera a importância do evento. “A ciência é fundamental para o desenvolvimento de uma nação. Infelizmente vivemos em um momento de crise em que grandes cortes na educação estão sendo feitos. Eventos como estes servem para mostrar para a população o que a Universidade está fazendo em termos de pesquisa”.
 
Entre os estandes apresentados na praça estavam a van "Viajando com a Ciência", com o projeto “Astronomia na Comunidade e Itinerante”, coordenado pelo professor do Departamento de Museologia Gilson Nunes. A atividade tem como objetivo levar conhecimento científico astronômico ao público. O projeto também levou para as dependências do Caem um Planetário, onde crianças e adultos puderam observar as constelações. Estandes de alunos da Ciência e Tecnologia de Alimentos e da Farmácia apresentaram o que é desenvolvido nos cursos.
 
O Carro Biblioteca, projeto do Sistema de Bibliotecas e Informação (Sisbin) que leva literatura à comunidade ouro-pretana e marianense, também participou das ações, assim como os estudantes que participam do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid).

img_9414.jpg

Mylena Gonçalves
Projeto 'Carro Biblioteca' atrai crianças

O estudante de Licenciatura em Física Leonardo Moraes Marques, bolsista do Pibid, aponta como ações da Universidade fizeram diferença dentro da Escola Padre Carmélio. “Tinha aluno que não sabia que a cidade tinha uma Universidade. Lá atuamos desenvolvendo projetos de restauração da biblioteca e até mesmo na produção de uma horta. Descobrimos que quanto mais próximos estamos desses alunos, mais vontade eles têm em aprender”.
 
A Equipe Sucatão, formada pelos alunos da Engenharia de Automação, apresentou no Museu de Ciência e Técnica da Escola de Minas um robô construído para competições, que encantou os estudantes do ensino básico do Centro Educacional Mundo Mágico que visitaram o estande. Para João Vitor, de 10 anos, foi a apresentação que mais gostou. “Nunca tinha visto um robô, não sabia que era desse jeito”.
 
COLETIVO MIDIACTORS - O Coletivo, composto por alunos do curso de Artes Cênicas, realizou uma atividade com alunos do quinto ao oitavo ano da Escola Estadual Marília Dirceu. Em uma sala interativa, o grupo desenvolveu jogos e brincadeiras, demonstrando como as novas novas tecnologias modificam o espaço e a relação com a arte. A iniciativa teve apoio da Propp e do Programa de Pós-graduação em Artes Cênicas do Instituto de Filosofia e Artes (Ifac). 
 
As ações da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia continuam até sexta-feira, nas cidades de Ouro Preto, Mariana e João Monlevade. Acesse a programação

img_9512.jpg

Mylena Gonçalves
Equipe Sucatão apresentou um robô de competição

 

 

Veja também

21 Janeiro 2021

Um artigo publicado em dezembro passado pela revista científica Austral Entomology revelou um novo gênero de formigas-cortadeiras encontradas restritamente na...

Leia mais

14 Janeiro 2021

O professor do Departamento de Serviço Social (Desso) Leonardo Nogueira lançou, em conjunto com o professor Rafael Toitio (IFRN) e...

Leia mais

13 Janeiro 2021

Os registros de Patente de Invenção concedidos pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) são referentes a dois trabalhos coorientados...

Leia mais

5 Janeiro 2021

Desde o início de abril de 2020, os professores Vicente Amorim, do Departamento de Computação e Sistemas (DECSI), e Anliy...

Leia mais