Ir para o conteúdo

Aluna de curso de pós-graduação da UFOP recebe prêmio "Arte na Escola Cidadã"

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
Léo Lopes/Marcello Nicolato

Dalila Xavier, concluinte do curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Educação das Relações Étnico Raciais: História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena, do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas (Neabi) em parceria com o Centro de Educação Aberta à Distância (Cead), foi a premiada.

Vencedor na categoria de Ensino Fundamental II do prêmio "Arte na Escola Cidadã", o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) da estudante possui como temática "Histórias Transatlânticas: o mar como território da arte e patrimônio cultural afrobrasileiro".

aluna_do_curso_de_pos_graduacao_lato_sensu_neabi_ganha_premio.png

Léo Lopes/Marcello Nicolato
Estudantes visitando locais importantes para a cultura negra no Rio de Janeiro

O trabalho foi realizado com os estudantes da comunidade de Santo Antônio do Salto, distrito de Ouro Preto. Na ação, professores e estudantes realizaram uma viagem educativa para o Rio de Janeiro com o principal objetivo de estudar o afro-patrimônio através de linguagens audiovisuais dentro do universo da arte.

Surgido a partir da disciplina de Afro-Patrimônio e Educação, lecionada pela professora Janete Flor de Maio, que atua como coordenadora do curso de pós-graduação lato sensu em Educação das Relações Étnico Raciais: História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena, o projeto possibilitou que os alunos visitassem a região da Pequena África, que inclui os bairros da Saúde, Gamboa e Santo Cristo, na zona portuária do Rio de Janeiro. O percurso dos estudantes seguiu o Circuito de Herança Africana, criado pelo Instituto Pretos Novos (IPN), e permitiu a visita a diversos locais e monumentos importantes para a cultura negra, como o Cais do Valongo, a Casa da Tia Ciata e o Cemitério dos Pretos Novos. O trajeto ainda permitiu uma imersão sensorial e estética aos alunos, pela primeira vez, através da visita ao mar.

A professora Dalila enfatiza a importância da visitação desses locais culturais para entender o processo diaspórico e sua influência na formação do país. Além disso, ela ressalta a importância do IPN para o resgate da cultura negra: "Com essa viagem, os estudantes conseguiram compreender como no Brasil houve uma política de apagamento dessa cultura e que, hoje, o Instituto Pretos Novos tem ajudado a resgatar".

"Significa muito quando eu vejo uma premiação com temáticas transversais para os professores de artes, pois são projetos fora da curva, com educadores tentando trazer educação de qualidade", avalia Dalila. Ela destaca ainda a relevância da premiação para a motivação dos profissionais da educação: "Encontrar diversos professores com projetos interessantes me mostra que eu não estou sozinha na luta pela educação e isso me dá ânimo para não desistir".

Dalila Xavier aproveita para falar também sobre a desvalorização histórica da disciplina de artes no cenário brasileiro. Ela conta que esse prêmio permite a ela mostrar a outras pessoas a importância da arte para o ensino, além de possibilitar contornar o cenário de apenas uma aula de 50 minutos por semana.

O projeto educativo também possibilitou a produção de um curta-metragem, documentando a jornada dos alunos. A produção audiovisual está disponível no canal do YouTube da Escola Municipal Aleijadinho.

Veja também

15 Abril 2024

O prazo vai até 30 de abril. Os interessados devem verificar as diretrizes para submissão no site da revista. A...

Leia mais

12 Abril 2024

A Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (Proppi) recebe inscrições de projetos para os respectivos editais de iniciação cientifica (IC):...

Leia mais

19 Março 2024

A professora do Departamento de Educação e Tecnologias (Deete) Márcia Ambrósio está lançando a obra "Reverso da avaliação, analisando os...

Leia mais

19 Março 2024

Os professores Leandro Vinícius Alves Gurgel e Laurent Frédéric Gil realizam há mais de 20 anos uma pesquisa sobre a...

Leia mais