skip to content

Ouvidoria

A ouvidoria é um canal para o usuário apresentar sugestões, elogios, solicitações, reclamações e denúncias. No serviço público, a ouvidoria é uma espécie de “ponte” entre o usuário e a Administração Pública (órgãos, entidades e agentes públicos que trabalham nos diversos setores do governo federal, estadual e municipal). 
 
A ouvidoria recebe pelo site as manifestações dos cidadãos, analisa, orienta, encaminha às áreas responsáveis pelo tratamento ou apuração, responde ao manifestante e conclui a manifestação. 
 
As manifestações dos tipos Simplifique; Sugestão; Elogio; Solicitação e Pedido de Acesso necessitam da realização de cadastro no sistema (login e senha). 
 
Já as manifestações do tipo Denúncia e Reclamação podem ser realizadas tanto mediante cadastro como de forma anônima. O manifestante que optar pelo anonimato não obterá um número de protocolo e nem receberá uma resposta da ouvidoria para sua manifestação. Esse tipo de manifestação é tratado como comunicação de irregularidade, nos termos do Decreto nº 9.492/2018. 
 
Ouvidor da Universidade Federal de Ouro Preto: Fernando Antonio Borges Campos, nomeado para a função a partir da Portaria da Reitoria da UFOP nº 159, de 20 de março de 2009.
 
 
VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER
 
A Universidade Federal de Ouro Preto possui também uma ouvidoria própria que institui normas e procedimentos a serem adotados para casos de violência contra a mulher no âmbito da Universidade, ou seja, compreende os limites geográficos da Instituição, os locais de desenvolvimento de atividades acadêmicas, os locais de convivência acadêmica e as moradias universitárias. 
 
A UFOP é a segunda Universidade Federal a apresentar uma resolução para casos de violência contra a mulher e, aqui, o órgão responsável por receber as denúncias e atender às demandas específicas será a Ouvidoria Feminina Athenas. 
 
A Ouvidoria utiliza as mídias sociais para promover sua divulgação e conta com a distribuição de cartazes e materiais informativos no Departamento de Direito, que é sua sede de atuação.
As denúncias de violência contra a mulher podem ser feitas pelas redes sociais Facebook e Instagram, pelo e-mail ouv.femininaufop@gmail.com e pelo telefone (31)99432-3264.