skip to content

O renascimento de um legado

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
Mylena Gonçalves
O renascimento tem sido uma marca da existência humana. O tempo deste se reinventar, porém, vem se encurtando cada vez mais em função, principalmente, das mudanças tecnológicas que experimentamos diariamente. São mutações e transformações que, por vezes, nos causam uma sensação de que não estamos percebendo o que ocorre a nossa volta, o que somos e até mesmo qual o papel que desempenhamos nesta vida.
 
Quando trazemos isso para o mundo do trabalho, o desafio se apresenta cada vez maior. ainda mais por estarmos cumprindo a missão de proteger e fazer funcionar uma instituição pública voltada para a educação e à ciência, para que esta possa ser usufruída pelo maior número de pessoas possíveis – em nosso caso, a Universidade Federal de Ouro Preto.  Isso porque, diante de múltiplos renascimentos, em um ambiente de hiperinformação e interesses difusos, temos a ressonância de discursos que questionam a importância da nossa missão.
 
A nossa história, porém, reforça o legado de uma categoria que se fez e se faz cada vez mais necessária em um mundo competitivo e desigual. Os 50 anos da UFOP, que comemoramos este ano, nos dá uma boa dimensão desta reflexão. Chegamos aqui porque tivemos professores e técnicos dedicados, que criaram, dentro das limitações de cada tempo, o ambiente necessário para que nossos alunos e outras comunidades usufruíssem do ensino, da pesquisa e da extensão propiciada por este trabalho.
 
Hoje, quando experimentamos uma UFOP que abriga 50% de alunos com algum tipo de vulnerabilidade, que presta serviços para a comunidade, que promove a inserção social, faz ciência, gera conhecimento, e chega ao patamar de estar entre as melhores do mundo, não podemos ter dúvidas do legado que recebemos neste 50 anos, como também do que precisamos deixar para os próximos momentos. Assim, vamos fazer valer este 28 de outubro, Dia do Servidor Público, valorizando cada vez mais a nossa missão não só de atender bem, mas de proteger os princípios da nossa Universidade como um espaço público cada vez mais eficiente, plural e diverso.
 
Cláudia Marliére – Reitora
Hermínio Nalini – Vice-reitor

Veja também

25 Março 2020

Gestores públicos devem valer-se do conhecimento e não da mera opinião. Não têm o direito de fazer apostas políticas com...

Leia mais

19 Fevereiro 2020

Em razão do Ofício-Circular do MEC enviado às Instituições Federais de Ensino Superior a respeito das despesas oriundas da folha...

Leia mais

4 Fevereiro 2020

A partir de 1º de março, as unidades e setores da UFOP devem encaminhar à Reitoria — Gabinete, Chefia de...

Leia mais

22 Novembro 2019

Nesta quinta-feira, 21 de novembro de 2019, a Administração Central da UFOP foi surpreendida com a notícia de que a...

Leia mais