skip to content

UFOP integra alunos brasileiros e estrangeiros durante 1º Summer Course

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
Monique Torquetti

O primeiro Summer Course da UFOP foi encerrado na sexta (29). Organizado pela Coordenadoria de Assuntos Internacionais (Caint), inédito entre as universidades federais do pais, contou com a participação de intercambistas de cinco países diferentes: Síria, Alemanha, Estados Unidos, Colômbia e Peru. “Nenhuma outra universidade jamais fez um curso de curta duração no período de férias do hemisfério norte todo em inglês”, ressalta o coordenador da Caint, professor Carlos Magno Paiva. 

Ao longo do curso, os alunos aprenderam português como língua estrangeira, ou seja, o português através de aulas ministradas em inglês. A parte da tarde foi dividida por blocos específicos, como música, dança, cultura brasileira, gastronomia. O Summer Course é um curso de férias intensivo. Foram seis horas por dia, e, aos finais de semana, os alunos sempre participavam de algum tipo de roteiro cultural por Ouro Preto e região. 

Para Carlos Magno, um dos objetivos é promover o intercâmbio cultural e social entre os estudantes daqui com os de outros países.“O objetivo é dar visibilidade para a UFOP, mostrar para o mundo que temos condições de organizar algo que, em regra, são só países da América do Norte e Europa que oferecem, além de viabilizar o contato entre os alunos daqui e de fora. Por mais que a Universidade seja conhecida por nós brasileiros, ela não tem essa projeção internacional”, acrescenta. 

No último dia do programa, os intercambistas assistiram a um concerto de música brasileira. Professores do Departamento de Musica (DEMUS) da UFOP, Tabajara Belo e Bernardo Fabris, tocaram diversas músicas populares brasileiras, utilizando saxofone, trompete e violão. Entre elas estavam Carinhoso e Vou Vivendo, de Pixinguinha, Peixe Vivo, e Cálix Bento, de Milton Nascimento. “Algumas dessas músicas estão sendo tocadas pela primeira vez com os dois juntos. Algumas treinamos, outras improvisamos”, revela Tabajara. 

A dupla introduzia, em inglês, a história do compositor e suas músicas mais famosas após cada canção tocada. Além disso, os professores buscaram fazer analogias às músicas que pudessem ser similares nos Estados Unidos. A tradução dos nomes das músicas se dava entre os alunos e músicos. “Estou muito grato pela energia e pela oportunidade. É uma ótima chance de praticarmos o inglês”, revela Tabajara. 

Ao final, como forma de agradecimento, o professor Bernardo presenteou os participantes com CDs. “Gostaria de agradecer a todos. Espero que tenha sido útil para vocês aprenderem um pouco da nossa cultura musical. Foi bastante engrandecedor”, assinala o professor Bernardo. 

Para o coordenador da Caint, Carlos Magno, a expectativa é que o curso aconteça mais vezes. “A partir desse projeto piloto, pretendemos realizar diversas edições durante os próximos anos. Podemos implementar disciplinas em áreas específicas nos cursos oferecidos pela UFOP. Vamos disponibilizar disciplinas ministradas totalmente em inglês no próximo semestre. Já abrimos edital procurando quais dos nossos professores teriam interesse e disponibilidade para tal”, visa. 

À noite, para encerrrar, aconteceu o Brazilian Party, festa brasileira para os alunos participantes do curso e os mais de 150 alunos estrangeiros da UFOP. O evento aconteceu no Clube XV de Novembro, em Ouro Preto. 

Veja também

5 Setembro 2018

A Coordenadoria de Assuntos Internacionais da (CAINT) torna público o edital para o Projeto Living Lab Biobased Brazil , oferecendo...

Leia mais

23 Agosto 2018

A Coordenadoria de Assuntos Internacionais (CAINT) publica edital destinado a estudantes de graduação da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP),...

Leia mais

16 Agosto 2018

Com o tema "Innovative and Comprehensive Approaches to Internationalization", a especialista Fulbright no Brasil, Jill E. Blondin, realizará duas palestras...

Leia mais

13 Agosto 2018

O ex-aluno do curso de Engenharia Metalúrgica da UFOP, Josué George Lima Drury, foi aprovado para um Triplo Mestrado (Triple...

Leia mais