skip to content

Comissão avança nos trabalhos de elaboração do novo PDA

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
Reprodução/Google Meet

O Plano de Dados Abertos (PDA) 2020-2022 começa a ser construído pela comissão instituída com esta finalidade. O grupo, formado por representantes de diversos setores e campi da UFOP, reunido remotamente ontem, 15/07, começou a revisão do documento atual, apontando as modificações que devem ser implementadas, assim como as novas frentes que podem ser abertas para contemplar o novo documento.


O presidente da comissão, o técnico-administrativo Zenóbio dos Santos Junior, destacou o empenho do grupo em realizar os trabalhos, acrescentando que a universidade e a sociedade em geral ganham com este esforço, cujo objetivo final é garantir a transparência e o acesso aos dados institucionais, como já vem ocorrendo. Segundo ele, o principal resultado do trabalho de ontem, além de apontamentos gerais sobre o novo texto, foi a formalização do Plano de Ação, com o respectivo cronograma.

Assim, ficou definido que o documento preliminar será finalizado ainda em agosto e passará por uma primeira revisão, para ser submetido à comunidade em geral, por meio de audiência pública, em outubro. Na sequência, nova revisão deve ocorrer para que o PDA seja submetido ao Conselho Universitário para aprovação final, no máximo até dezembro do corrente ano.

DADOS ABERTOS - Dados abertos são todas as informações que podem ser "acessadas, utilizadas, modificadas e compartilhadas por qualquer pessoa, estando sujeitas a, no máximo, exigências que visem preservar a sua proveniência e abertura", de acordo com definição da Open Knowledge.

No Brasil, a política de dados abertos, regulamentada por decreto federal, define as "regras para disponibilização de dados abertos no âmbito do Poder Executivo Federal", com os principais objetivos de "promover a publicação de dados contidos em bases de dados de órgãos e entidades da administração pública federal direta, autárquica e fundacional sob a forma de dados abertos; aprimorar a cultura de transparência pública; e franquear aos cidadãos o acesso, de forma aberta, aos dados produzidos ou acumulados pelo Poder Executivo Federal".

Participaram da reunião os servidores Lucas Antônio dos Reis (Pró-Reitoria de Graduação/Prograd), Helgem de Souza Ribeiro Martins (Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação/Propp), Henrique Delazari Mosqueira (Pró-Reitoria de Extensão/Proex), Lucia Joana Darc (Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários e Estudantis/Prace), Djalma Teixeira Bastos Junior (Pró-Reitoria de Planejamento e Desenvolvimento/Proplad), Lidiane Silva Maria (Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas/Progep), Francisco J. D. Junior (Coordenadoria de Comunicação Institucional/CCI), Ricardo Luiz Mendonça de Souza (representante do Instituto de Ciências Sociais e Aplicadas/Icsa), Fábio Rodrigues da Mata (representante do Instituto de Ciências Exatas e Aplicadas/Icea) e Júlia Cesário Hamdan (representante do ICHS).

Veja também

23 Novembro 2020

A Pró-reitoria de Planejamento e Desenvolvimento (Proplad) informa que o levantamento das demandas para serviços de limpeza, recepção e serviços...

Leia mais

15 Novembro 2020

É com pesar que a Universidade Federal de Ouro Preto comunica o falecimento de dois ex-alunos: Vitor Franco e Adriano...

Leia mais

11 Novembro 2020

A instrução normativa que estabelece orientações aos órgãos públicos federais para o retorno gradual ao trabalho presencial (IN 109), o...

Leia mais

11 Novembro 2020

A consulta esteve aberta à comunidade acadêmica e a qualquer cidadão que desejasse participar entre 2 e 18 de outubro...

Leia mais