skip to content

Projeto Atletas de Ouro avalia potencial esportivo de escolares

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
Divulgação

Em 2015, a UFOP firmou um Acordo de Cooperação em Pesquisa com o Colégio Militar de Juiz de Fora (CMJF). Com duração de cinco anos, o acordo previa a realização do Projeto Atletas de Ouro, que tem por finalidade avaliar o potencial esportivo de jovens de 11 a 17 anos. 

O projeto é desenvolvido pelos professores do Laboratório de Estudos e Pesquisas do Exercício e Esporte (Labespee) da Escola de Educação Física da UFOP, coordenado pelo professor Francisco Zacaron Werneck. Trata-se de uma pesquisa aplicada com geração de inovação tecnológica, que irá resultar na criação de um sistema inteligente para detecção de potenciais talentos esportivos. 

As crianças são avaliadas por meio de uma bateria de testes em escolas, clubes e projetos sociais, e cada uma recebe um laudo individualizado, onde podem observar quais os seus pontos fortes e onde precisam se desenvolver. Os professores-treinadores utilizam essa informação para melhor conhecer seus alunos-atletas e, assim, poderem planejar suas aulas e treinamentos adequadamente, favorecendo o desenvolvimento do potencial esportivo das crianças. Mais de dois mil jovens já foram diagnosticados no CMJF, sendo identificados 10% com elevado potencial esportivo. 

Diversos trabalhos acadêmicos foram desenvolvidos desde o início da pesquisa, com a participação de professores e estudantes da UFOP, primeira instituição federal de ensino superior a formalizar acordo de cooperação com o Exército Brasileiro para a realização de pesquisa com estudantes. "Em 2017, fomos premiados como melhor trabalho científico apresentado no IV Fórum Científico da Escola de Educação Física do Exército, e em 2018, recebemos o título de Amigo do CMJF pela contribuição na formação dos escolares daquela instituição de ensino", destaca Francisco Zacaron.

Francisco apresenta suas expectativas em relação ao projeto, que avalia ter potencial para capacitar alunos de Educação Física e identificar talentos: "Nossa visão de futuro é implantar o Projeto Atletas de Ouro nas escolas brasileiras, para detecção de potenciais talentos esportivos, e nos núcleos do Programa Forças no Esporte, para o desenvolvimento dos talentos identificados, além de estabelecer parcerias com clubes, federações e confederações esportivas, auxiliando os professores-treinadores na formação esportiva de base no Brasil". 

Para saber mais sobre o projeto, acesse o vídeo.

Repercussão nacional - na quarta (21) o projeto foi apresentado ao diretor do Departamento de Gestão de Programas de Esporte (DEGEP), Clair Kuhn, órgão integrante da Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania. “Os professores da Universidade [Federal] de Ouro Preto vieram à secretaria para apresentar o projeto, que é muito interessante. O próximo passo é levar o projeto ao secretário da SNELIS [Washington Cerqueira], para avaliação da proposta”, anunciou. Saiba mais.

Veja também

28 Fevereiro 2020

A Coordenação de Esporte e Lazer (CEL) tem como objetivo organizar o calendário oficial de eventos da Educação Física junto...

Leia mais

4 Dezembro 2019

Com o tema "saúde da mulher e do homem", a Semana da Educação Física foi organizada pelos alunos da disciplina...

Leia mais

18 Outubro 2019

Os vencedores da II Volta da UFOP foram contemplados com duas vagas no pelotão de elite da 21ª Volta Internacional...

Leia mais

8 Outubro 2019

As aulas da nova turma de ginástica coletiva do projeto Fitness Pró-modalidades acontecem às segundas e quartas-feiras, às 17h, e...

Leia mais