skip to content

Diálogo entre UFOP e Arquidiocese se intensifica com suspensão temporária de processo

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
Rhaquel Rocha e Lima
O processo movido pela Arquidiocese de Mariana contra a UFOP, que culminou na sentença determinando a restituição do prédio do antigo Seminário Nossa Senhora da Boa Morte à Arquidiocese de Mariana e o pagamento de aluguéis correspondentes, será suspenso por um período de 60 dias após o término  do recesso forense, em 20/01/2018. A decisão, tomada pela própria Arquidiocese, em reunião realizada nesta quarta-feira (13) na Câmara Municipal de Mariana, segundo o vice-reitor da UFOP, Hermínio Arias Nalini Junior, “reforça o princípio de que o diálogo continua sendo o melhor caminho para uma solução que seja favorável a ambas as partes”.
 
A decisão da Arquidiocese, que esteve na Câmara Municipal representada pelo Cônego Lauro Versiani Barbosa, permitirá que as discussões se intensifiquem, de forma que soluções possam ser encontradas em “clima de tranquilidade”, avalia o vice-reitor, ao elogiar a iniciativa dos vereadores. Segundo ele, “isso nos dará algum tempo de buscar alternativas”, lembrando que o prefeito de Mariana, Duarte Junior, se dispôs a acompanhar a reitora Cláudia Marliére em Brasília buscando soluções para o caso.
 

reuniao_com_representantes_da_arquidiocese_e_ufop_4.jpg

Rhaquel Rocha e Lima
Vice-reitor Hermínio Arias (D) reforça que o diálogo é o melhor caminho
 
O presidente da Câmara, vereador Fernando Sampaio de Castro,  explicou que a reunião teve como propósito buscar uma conciliação entre a Arquidiocese e a Universidade. Estiveram presentes os vereadores Marcelo Macedo, Antônio Marcos, Edson Agostinho, Bruno Mól, Juliano Vasconcelos, Daniely Cristina, Gerson Cunha, Geraldo Sales, Cristiano Vilas Boas, José Jarbas e Adimar conta    
 
Participaram também do encontro o prefeito do Campus da UFOP, José Augusto Nogueira, o procurador federal Antônio José de Souza, a vice-diretora do ICHS, Rivânia Mariana Trota Santana, a presidente do Conselho do Patrimônio de Mariana (Compat), Ana Cristina Maia, e a professora emérita da UFOP, Hebe Rola, responsável pela organização da reunião juntamente com os vereadores do município, entre outros.

Veja também

25 Maio 2018

A suspensão do atendimento nos restaurantes de Ouro Preto e Mariana é devido à greve dos caminhoneiros, que trouxe como...

Leia mais

24 Maio 2018

A Pró-Reitoria de Administração (Proad) da UFOP informa que, em função da greve dos caminhoneiros e seguindo as recomendações das...

Leia mais

24 Maio 2018

O professor do Departamento de Educação (DEEDU), Luciano Campos da Silva, e a professora do Departamento de História (DEHIS), Helena...

Leia mais

23 Maio 2018

Devido à paralisação das malhas rodoviárias do Estado, diversos fornecedores do Restaurante Universitário (RU) comunicaram sobre a impossibilidade de realizar...

Leia mais