skip to content

Assembleia geral universitária inicia debate sobre estatuto e regimento da UFOP

Twitter icon
Facebook icon
Google icon
Monique Torquetti

Com Priscilla Santos

Depois de 54 reuniões, quatro audiências públicas e dois anos e meio de trabalho, foi realizada ontem (5) a assembleia que tinha como objetivo discutir os novos estatuto e regimento da UFOP. A reunião foi feita por webconferência simultânea para os três campi. Docentes, técnicos-administrativos e alunos se reuniram no Centro de Convenções de Ouro Preto, no Instituto de Ciências Humanas e Sociais (ICHS), em Mariana, e no auditório do Instituto de Ciências Exatas e Aplicadas (ICEA) em João Monlevade.

assembleia2.jpg

Monique Torquetti
O debate vai continuar em data a ser definida pela comissão estatuinte e CUNI.
Essa foi a primeira vez que uma discussão como essa aconteceu ao mesmo tempo nas três cidades. Para garantir a participação dos estudantes, foi determinada a não computação de faltas aos alunos, conforme provisão do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE).

Depois de cerca de seis horas de discussão acerca do estatuto, foi decidido que a assembleia seria suspensa para retomar as atividades posteriormente. Foram debatidos oito artigos do documento. Para que o processo seja mais ágil na próxima assembleia, foi decidido que os participantes devem levar suas sugestões uma hora antes do início das discussões.

As propostas finais do estatuto e do regimento estão disponíveis no site da UFOP para que essas sugestões sejam preparadas. “Esperamos que as pessoas continuem mobilizadas em torno disso, que leiam integralmente os documentos para chegarem com suas propostas organizadas, como muitos chegaram hoje”, afirmou Marcelo Santos de Abreu, membro da comissão estatuinte e professor do curso de História. 

Agora, a comissão estatuinte vai se reunir com o Conselho Universitário (CUNI) para estabelecer uma nova data ou cronograma, de forma que os dois documentos possam ser debatidos por toda a comunidade acadêmica. Depois que os documentos forem levados integralmente para assembleia, eles são encaminhados para o CUNI para aprovação. “Entendo que vai ser praticamente referendar o que for feito pela assembleia, com uma participação tão efetiva nos três campi, então o CUNI não vai ter muito o que mudar”, explica o reitor Marcone Jamilson Freitas de Souza.

Clique e acesse:

PROPOSTA FINAL DO ESTATUTO DA UFOP

PROPOSTA FINAL DO REGIMENTO DA UFOP

Veja também

18 Junho 2018

Segundo a Coordenadoria de Gestão de Pessoas (CGP) da UFOP, a fácil adaptação dos técnicos, dos três campi, ao Ponto...

Leia mais

14 Junho 2018

A Comissão Eleitoral do Instituto de Ciências Humanas e Sociais (ICHS) divulgou, nesta quinta (14), o resultado da consulta pública...

Leia mais

12 Junho 2018

A Coordenadoria de Gestão de Pessoas (CGP) e o Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI) iniciaram os treinamentos do ponto...

Leia mais

11 Junho 2018

A Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) entrou na classificação das melhores universidades de países emergentes de 2018. Juntamente com...

Leia mais